Visite o portal do Prêmio

24/07/2015

Segmento da construção está entre as novas categorias do Prêmio CNH Industrial

1O setor da construção tem uma contribuição ímpar para o desenvolvimento socioeconômico de um país, que demanda obras, principalmente de infraestrutura. O segmento impulsiona a economia brasileira e a sociedade de forma bem abrangente. Desde sempre é o grande responsável por construir estradas, aeroportos, pontes, portos, usinas de energia, barragens para saneamento público, escolas, hospitais, centros comerciais, habitações, entre outros. E também por possibilitar a modernização e criar logísticas eficientes, enaltecendo o bem-estar da população, gerando oportunidades e empregos.

No Brasil, o setor é um dos que mais tem capacidade de elevar a taxa de emprego, de produto e de renda, a curto ou médio prazo, devido a sua competência em absorver mão de obra.  Três exemplos recentes mostram isso claramente: as obras do PAC e do Programa Minha Casa Minha Vida e a reforma dos estádios para a Copa do Mundo da FIFA 2014

2O segmento de construção cresceu juntamente com o país e teve participação em importantes obras de infraestrutura que atendem aos brasileiros de todas regiões. Nesse cenário, a CNH Industrial teve presença marcante no “boom” da construção pesada. Em 1970, a empresa lançou a primeira escavadeira hidráulica do Brasil, a S90, e se tornou referência em tecnologia no mercado, como é até hoje. Atualmente, uma a cada quatro máquinas de construção pesada e uma a cada três de construção leve são da CNH Industrial. Assim, essa categoria não poderia ficar de fora do Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico.

3Nos últimos 20 anos, o setor, considerado um dos principais motores da atividade econômica, teve uma trajetória de crescimento considerada excelente: cresceu 10 vezes. No entanto, o ano de 2014 foi atípico para o segmento, pois houve uma retração de 5%. A importância do setor, devido a sua relevância para o PIB nacional, não diminui. Segundo as projeções, ano que vem será de retomada.

4

Em sua essência, o segmento de construção depende de incentivos públicos, bem como de estimulo do setor privado. O setor tem muito o que crescer, pois o país necessita urgentemente de investimentos em infraestrutura e que projetos já aprovados pelo Governo sejam iniciados.

A nova categoria de Construção engloba muitos assuntos interessantes e recorrentes. Participe e inscreva sua reportagem, você pode figurar entre os jornalistas vencedores do ano. Acesse o site e fique de olho no prazo: 2 de outubro. Essa é sua chance!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>